Avançar para o conteúdo principal

Mobile Giving? There are apps for that!

When you ask people about making a donation through their phone, they usually think of texting donations like they do for the Red Cross. That is about to change.

A growing number of services are allowing people to give donations from their phone. And services allowing you, as a nonprofit, to receive donations right at the visit or event. In this post I'll highlight one of each: Givatron and Square.

Givatron

Givatron is perfect for donors wanting to make a gift from their phone. I learned about the Givatron app for Android phones during a recent 501 Mission Place webinar on mobile giving. What I love about this app is its simplicity. Anyone can get the app for free at the Android App Market. When you open the app, you choose either USA or Canada and then search for your charity. That's it. You use are able to make a donation of any amount using PayPal. Easy. Charities don't have to set anything up and donors get to use the tools they already know: the app market and PayPal. You even get a donation receipt emailed to you after you make your gift!







Square

Givatron is fine for donors wanting to make a gift. But what if you work for a nonprofit and want to process a gift while you're with a donor? Maybe a donor not comfortable with PayPal or even with smartphones? Services like Square can help.

Square claims to let you process credit cards from your phone...without the need of an expensive merchant account! According to the Square website http://www.squareup.com/, there are no set up fees or other charges. The app is free for both iPhones/iPads and Android phones. And the square card reader you plug into your phone is free too. They simply charge you a flat 2.75% for swiping the card. That's competitive with any merchant account. But there are no pricey monthly fees or other charges associated with traditional merchant accounts.

You can register your account as a nonprofit and start receiving donations pretty quickly. And the donor can even get a receipt for their gift sent right to their email.

Replacing Direct Mail Giving?

These aren't going to replace direct mail giving. But it's exciting to see how these types of tools can transform your next fundraising event or donor solicitations.

There are now more cell phones than there are landlines. And a growing number of your donors are used to living much of their life with and through these phones. So why wouldn't they want to give too?

From my perspective, the best part of these two tools is that they're free to try!
 
Marc A. Pitman is the founder of the FundraisingCoach.com. An expert in helping people identify their natural abilities, he's committed to providing nonprofit leaders with down-to-earth information that decreases stress and puts the "fun" back into fundraising!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O que é o Fundraising?

«O conjunto de estratégias e procedimentos que levam as pessoas a darem voluntariamente recursos financeiros»

- O seu objetivo é conseguir doações;
- Mais do que conseguir doações, é conseguir doadores;
- Mais do que conseguir doadores é montar um sistema de conquista de doadores;
- Um sistema que os leve a doar cada vez mais e com maior frequência;
- Por fim, um sistema que os leve a deixarem um legado;
- E que façam tudo isso com alegria identificando-se com a causa da instituição.

Fundação Maria do Carmo Roque Pereira

Caros Amigos
Como muitos já sabem, o Miguel e eu dedicamo-nos de alma e coração já há vários anos à Fundação Maria do Carmo Roque Pereira.

A Fundação é uma IPSS cuja actividade principal é uma creche e um jardim Infância na zona da Graça, em Lisboa, com 50 Crianças entre os 18 meses e os 5 anos. Apoiamos também cerca de 80 familias (mais de 250 pessoas) através da entrega de cabazes do Banco Alimentar.

Funcionamos há alguns anos nos Claustros da Igreja da Graça. Um sitio lindissimo mas com muitas limitações e algumas faltas de condições, que todos os dias vamos tentando melhorar para oferecermos o melhor serviço - a equipa que ali está é extraordinária e às vezes faz verdadeiros milagres.

Como IPSS vocacionada para o apoio a famílias desfavorecidas e com muitas dificuldades, todos os dias apertamos o cinto e temos mesmo a corda ao pescoço.
Precisamos de adquirir equipamentos e materiais, e sobretudo algumas obras são necessárias para que possamos manter os requisitos míni…

Chamadas telefónicas de valor acrescentado

Recebi um e-mail com esta mensagem e embora não concorde com tudo o que se diz, aliás porque entendo que haja um custo de manutenção, deixo aqui este registo sobre as chamadas de valor acrescentado e que é sintomático daquilo que as pessoas pensam. Qualquer novo serviço, por mais positivo que seja, se não for suficientemente bem explicado, pode levantar dúvidas e até calúnias.

«É uma vergonha o que se passa com o valor das chamadas telefónicas de ajuda a vítimas de catástrofes. Vejamos então o que se passa com as ditas chamadas: Cada chamada custa a quem a faz 72 centimos (60 centimos + IVA). No entanto para as organizações de ajuda no terreno são canalizados apenas 50 centimos, ou seja mais ou menos 69% do que pagámos. Os restantes 31% - 22 cêntimos - vão uma parte para o IVA 20% e restante não sabemos bem para quem.

Assim, dos 72 centimos que oferecemos, temos que:
- organizações de Solideriedade recebem 50 centimos
- para os cofres do governo através do IVA 20% 12 cêntimos
- não sab…