Avançar para o conteúdo principal

Fundação Vodafone Portugal apoiou 60 projectos, com 14M€, na última década


PDF Versão para impressão
Fundao_Vodafone_PortugalEm 10 anos de actividade, a Fundação Vodafone Portugal investiu 14 milhões de euros em 60 projectos de responsabilidade social, propondo-se manter no futuro o fluxo de investimento anual de dois milhões de euros, apesar da crise.

“Se a Vodafone algum dia tiver que cortar em alguma área, a responsabilidade social será uma das últimas. As orientações que temos são de manter o fluxo de dois milhões de euros anuais” de investimento, afirmou o presidente da Vodafone Portugal em entrevista à agência Lusa.

Segundo salientou António Carrapatoso, os cerca de 60 projectos em que a Fundação Vodafone esteve envolvida na última década “acrescentaram valor à sociedade”, nomeadamente nas áreas da segurança, ambiente, saúde e educação.

Por entender que há ainda “muito a fazer”, é objectivo da fundação manter-se focada nestas áreas, embora admita “equacionar” outros projectos.

“A nossa intenção é continuarmos neste caminho, trabalhar numa verdadeira e virtuosa parceria público-privada com outras entidades de solidariedade social e com as entidades governamentais, com projectos bem concebidos e bem estruturados”, afirmou António Carrapatoso.

De acordo com o presidente da Vodafone, além do valor investido pela fundação, a empresa aplica também “directamente” um valor anual de um milhão de euros na sustentabilidade das suas actividades, nomeadamente ao nível da eficiência energética, tratamento das baterias e controlo das radiações.

Criada em Abril de 2001, inicialmente sob a designação Fundação Telecel Vodafone para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação, a Fundação Vodafone foi a terceira fundação a surgir no âmbito do Grupo Vodafone e é uma entidade sem fins lucrativos constituída para incentivar o desenvolvimento da sociedade da informação e combater a infoexclusão.

Ao longo dos seus 10 anos de actividade, a fundação apoiou várias dezenas projectos nas áreas do ambiente, educação, cultura, investigação científica, novas tecnologias de informação, saúde e segurança, tendo como parceiros entidades como o Ministério da Administração Interna, Direcção Geral da Autoridade Marítima, Instituto de Socorros a Náufragos, Casa Fernando Pessoa, câmaras municipais, hospitais e diversas universidades.

Entre eles, a Vodafone destaca, na área da segurança, o programa Praia Saudável (para promover a segurança, acessibilidade e protecção do ambiente em mais de 150 zonas balneares), no ambiente o projeto Floresta + Verde (de prevenção, detecção e combate a fogos florestais) e na saúde o Sistema de Monitorização Remota de Epilepsia Pediátrica (concebido para aumentar o número e a taxa de sucesso das intervenções cirúrgicas em crianças com epilepsia).

Segundo salienta, “mais do que um simples contributo financeiro, o apoio prestado pela Fundação Vodafone Portugal aos projectos passa pelo acompanhamento a nível de planeamento, concretização e divulgação, garantindo a sua eficácia e o seu sucesso”.

Fonte: Lusa

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O que é o Fundraising?

«O conjunto de estratégias e procedimentos que levam as pessoas a darem voluntariamente recursos financeiros»

- O seu objetivo é conseguir doações;
- Mais do que conseguir doações, é conseguir doadores;
- Mais do que conseguir doadores é montar um sistema de conquista de doadores;
- Um sistema que os leve a doar cada vez mais e com maior frequência;
- Por fim, um sistema que os leve a deixarem um legado;
- E que façam tudo isso com alegria identificando-se com a causa da instituição.

Fundação Maria do Carmo Roque Pereira

Caros Amigos
Como muitos já sabem, o Miguel e eu dedicamo-nos de alma e coração já há vários anos à Fundação Maria do Carmo Roque Pereira.

A Fundação é uma IPSS cuja actividade principal é uma creche e um jardim Infância na zona da Graça, em Lisboa, com 50 Crianças entre os 18 meses e os 5 anos. Apoiamos também cerca de 80 familias (mais de 250 pessoas) através da entrega de cabazes do Banco Alimentar.

Funcionamos há alguns anos nos Claustros da Igreja da Graça. Um sitio lindissimo mas com muitas limitações e algumas faltas de condições, que todos os dias vamos tentando melhorar para oferecermos o melhor serviço - a equipa que ali está é extraordinária e às vezes faz verdadeiros milagres.

Como IPSS vocacionada para o apoio a famílias desfavorecidas e com muitas dificuldades, todos os dias apertamos o cinto e temos mesmo a corda ao pescoço.
Precisamos de adquirir equipamentos e materiais, e sobretudo algumas obras são necessárias para que possamos manter os requisitos míni…

FUNDRAISING EM AÇÃO

A COIMBRA BUSINESS SCHOOL informa que oMódulo 1 “Introdução + Fundraising planeado”deverá ter início a 21 de Outubro, decorrendo às sextas-feiras, com o preço especial de 160 €.
Trata-se do módulo introdutório à pós-graduação “FUNDRAISING EM AÇÃO”, mas pode funcionar de forma isolada, sendo um instrumento básico para quem quer conhecer e usar os conceitos e ferramentas da angariação de fundos.
Revela os princípios fundamentais para conhecer e comunicar com os seus potenciais doadores e desenvolver um plano estratégico para a organização, podendo assim aplicar desde já uma campanha de fundraising eficaz.
Mais informações em http://bs.iscac.pt/posgraduacao/