Avançar para o conteúdo principal

Uma gala de fundraising afundou o Titanic

Um novo estudo sugere que o RMS Titanic afundou-se por causa de uma Gala de Fundraising que teve lugar a bordo da noite de 15 de abril de 1912 quando o navio embateu num iceberg. Mais de 1.500 pessoas morreram.

O estudo basea-se numa novas pesquisa nos arquivos da White Star Lines em Liverpool. Cientistas da Universidade do Sul da Northumbria, no Reino Unido descobriram que o Titanic estava com demasiada velocidade, na fatídica noite em que atravessou o Atlântico, por causa de uma gala de angariação de fundos que estava a ser promovida pela Temperance Ladies League of London.

A Liga, que incluía as esposas de alguns dos homens de negócios e funcionários públicos mais famosos de Londres, foi uma das maiores instituições de caridade da Grã-Bretanha naquela época. O seu maior evento de angariação de fundos era um cruzeiro anual e um jantar de gala. Na Primavera de 1912, a Liga decidiu realizar o seu evento no recém construído RMS Titanic.


"A Liga tinha realizado com sucesso várias galas de fundraising em vários navios nos anos anteriores", afirmou o responsável da pesquisa Dr. Dibble Brewer. "Quando o Titanic foi lançado, os responsáveis da Liga abordaram o Presidente da White Star Line, J. Bruce Ismay, sobre a possibilidade de organizarem o seu evento a bordo do navio na sua viagem inaugural e ele concordou."

Os materiais de marketing que a Liga usou para anunciar o evento de angariação de fundos e venda de bilhetes foi descoberto por pesquisadores do Arquivo da White Star numa caixa de sapatos velhos com a etiqueta "Bolachas, bem como papéis importantes do Titanic". Brewer diz que ficou chocado quando descobriu que os organizadores da gala tinha planos para realizar um jogo na noite do jantar para ver quem adivinhava o quão rápido o Titanic chegaria a Nova York.

"Eles organizaram um leilão, prepararam alguns discursos e tiveram uma banda para o seu entretenimento. Mas o ponto alto da gala foi uma aposta para ver quem poderia prever a hora em que o navio atracaria em Nova York ", disse Brewer.
 
 
A presidente da Liga, Lady Constance, pediu ao capitão Edward Smith ajuda para recolher os bilhetes. Nas suas notas, uma cópia do primeiro rascunho que foi encontrado nos arquivos, pedia ao capitão Smith para aumentar a velocidade naquela mesma noite, a fim de tornar o jogo mais emocionante. As notas incluem um telegrama de Ismay datado de uma semana antes da viagem dizendo que ele já tinha ordenado ao capitão Smith para não levar muito a sério as indicações sobre a  velocidade do barco no Atlântico Norte e "aumentasse a velocidade", a fim de atender a captação de fundos da Liga.
 
"A gala de angariação de fundos é mais importante do que algumas regras tolas", escreveu Ismay no telegrama.

A Lady Constance e outros dirigentes da Liga afogaram-se quando o Titanic se afundou. Estavam no porão do navio a contar o dinheiro angariado quando o navio bateu no iceberg.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O que é o Fundraising?

«O conjunto de estratégias e procedimentos que levam as pessoas a darem voluntariamente recursos financeiros»

- O seu objetivo é conseguir doações;
- Mais do que conseguir doações, é conseguir doadores;
- Mais do que conseguir doadores é montar um sistema de conquista de doadores;
- Um sistema que os leve a doar cada vez mais e com maior frequência;
- Por fim, um sistema que os leve a deixarem um legado;
- E que façam tudo isso com alegria identificando-se com a causa da instituição.

Fundação Maria do Carmo Roque Pereira

Caros Amigos
Como muitos já sabem, o Miguel e eu dedicamo-nos de alma e coração já há vários anos à Fundação Maria do Carmo Roque Pereira.

A Fundação é uma IPSS cuja actividade principal é uma creche e um jardim Infância na zona da Graça, em Lisboa, com 50 Crianças entre os 18 meses e os 5 anos. Apoiamos também cerca de 80 familias (mais de 250 pessoas) através da entrega de cabazes do Banco Alimentar.

Funcionamos há alguns anos nos Claustros da Igreja da Graça. Um sitio lindissimo mas com muitas limitações e algumas faltas de condições, que todos os dias vamos tentando melhorar para oferecermos o melhor serviço - a equipa que ali está é extraordinária e às vezes faz verdadeiros milagres.

Como IPSS vocacionada para o apoio a famílias desfavorecidas e com muitas dificuldades, todos os dias apertamos o cinto e temos mesmo a corda ao pescoço.
Precisamos de adquirir equipamentos e materiais, e sobretudo algumas obras são necessárias para que possamos manter os requisitos míni…

Chamadas telefónicas de valor acrescentado

Recebi um e-mail com esta mensagem e embora não concorde com tudo o que se diz, aliás porque entendo que haja um custo de manutenção, deixo aqui este registo sobre as chamadas de valor acrescentado e que é sintomático daquilo que as pessoas pensam. Qualquer novo serviço, por mais positivo que seja, se não for suficientemente bem explicado, pode levantar dúvidas e até calúnias.

«É uma vergonha o que se passa com o valor das chamadas telefónicas de ajuda a vítimas de catástrofes. Vejamos então o que se passa com as ditas chamadas: Cada chamada custa a quem a faz 72 centimos (60 centimos + IVA). No entanto para as organizações de ajuda no terreno são canalizados apenas 50 centimos, ou seja mais ou menos 69% do que pagámos. Os restantes 31% - 22 cêntimos - vão uma parte para o IVA 20% e restante não sabemos bem para quem.

Assim, dos 72 centimos que oferecemos, temos que:
- organizações de Solideriedade recebem 50 centimos
- para os cofres do governo através do IVA 20% 12 cêntimos
- não sab…