Avançar para o conteúdo principal

Reconstrução da escola de Kamela - Angola

Caros amigos,


De visita a Angola, em Fevereiro e Julho deste ano, conheci e decidi ajudar financeiramente a reconstrução de uma escola. Tendo funcionado por largos anos, a destruição da guerra-civil obrigou a desactivá-la, tal como sucedeu à própria missão onde funcionava - a missão da Kamela no município de Tchindjenje, província de Huambo e diocese de Benguela, em Angola. A capacidade desta escola pode chegar aos 840 alunos, distribuídos por 3 turnos e 8 salas de 35 alunos em cada uma, pelos padrões locais.


O meu contributo, infelizmente, não será suficiente para todos os trabalhos de reparação necessários:
- repor o telhado, aproveitando a estrutura que puder ser aproveitada
- repor portas, janelas e quadros nas salas de aula
- adquirir quadros, armários, cadeiras e mesas de trabalho para professores e alunos

Acredito, porém, que com mais algumas boas-vontades, poderemos mobilizar os fundos necessários e fazê-los chegar aos padres que, no local, organizarão a execução da obra e o arranque das aulas, se possível, já em Janeiro/Fevereiro de 2011, conforme é também a vontade que pude testemunhar das forças vivas daquele vastíssimo município. Apelo à vossa generosidade, na medida das possibilidades e prioridades de cada um.

Aqui ficam os contactos do P.e Gabriel Ngonga, missionário saletino, o coordenador local desta iniciativa, as coordenadas GPS da Missão e os dados da conta em Angola para quem quiser fazer um donativo por transferência directa. Em alternativa, se entenderem confiar, aqui vos deixo o NIB 0035.0585.0002.7777.5105.7 da minha conta pessoal na Caixa Geral de Depósitos. Peço que indiquem no descritivo «escola Angola». No último dia de NOVEMBRO darei ordem de transferência do valor angariado para a conta dos missionários saletinos em Angola. Nessa altura publicarei o comprovativo da transferência bancária no blogue http://portugalprovida.blogspot.com, bem como a lista (sem nomes) de todas as contribuições recebidas, com indicação da respectiva hora e dia de efectivação, para vosso controlo.


No futuro, deverá ser necessário o concurso de alguns professores portugueses, para a requalificação/actualização de cerca de 500 professores dos municípios à volta do Tchindjenje (Ganda, Ukuma, Longonjo, Caála e até Londuimbali). Acolheremos desde já quaisquer manifestações de interesse de professores com uma matriz de Valores compatível com a natureza cristã daquela missão católica. Basta que nos enviem por correio um Curriculum Vitae actualizado para a seguinte morada: candidatura pro-Vida, R. 24 de Junho, 1497, 4800-076 Guimarães.


Bem hajam pela vossa solidariedade com «uma escola para Angola».

Luís Botelho
-------------------------------------------

Contactos em Angola:
P.e Gabriel Ngonga
Missionarios Saletinos
Rua Ferreira do Amaral, Catumbela, ANGOLA
Telef. directo: +244.923259256
Conta no B.F.A. - IBAN: AO 06000600003744713031124 BIC/SWIFT: BFMXAOLU


Missão da Kamela - Tchindjenje:
Província de Huambo - Angola;
diocese de Benguela
Coordenadas GPS (GoogleEarth):
Lat. 12º 45'28.18"S
Long. 14º 54'23.86"E


Responsáveis da missão:
P.e Ilídio
P.e Mateus
Diácono Messias Malanga

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O que é o Fundraising?

«O conjunto de estratégias e procedimentos que levam as pessoas a darem voluntariamente recursos financeiros»

- O seu objetivo é conseguir doações;
- Mais do que conseguir doações, é conseguir doadores;
- Mais do que conseguir doadores é montar um sistema de conquista de doadores;
- Um sistema que os leve a doar cada vez mais e com maior frequência;
- Por fim, um sistema que os leve a deixarem um legado;
- E que façam tudo isso com alegria identificando-se com a causa da instituição.

Fundação Maria do Carmo Roque Pereira

Caros Amigos
Como muitos já sabem, o Miguel e eu dedicamo-nos de alma e coração já há vários anos à Fundação Maria do Carmo Roque Pereira.

A Fundação é uma IPSS cuja actividade principal é uma creche e um jardim Infância na zona da Graça, em Lisboa, com 50 Crianças entre os 18 meses e os 5 anos. Apoiamos também cerca de 80 familias (mais de 250 pessoas) através da entrega de cabazes do Banco Alimentar.

Funcionamos há alguns anos nos Claustros da Igreja da Graça. Um sitio lindissimo mas com muitas limitações e algumas faltas de condições, que todos os dias vamos tentando melhorar para oferecermos o melhor serviço - a equipa que ali está é extraordinária e às vezes faz verdadeiros milagres.

Como IPSS vocacionada para o apoio a famílias desfavorecidas e com muitas dificuldades, todos os dias apertamos o cinto e temos mesmo a corda ao pescoço.
Precisamos de adquirir equipamentos e materiais, e sobretudo algumas obras são necessárias para que possamos manter os requisitos míni…

Chamadas telefónicas de valor acrescentado

Recebi um e-mail com esta mensagem e embora não concorde com tudo o que se diz, aliás porque entendo que haja um custo de manutenção, deixo aqui este registo sobre as chamadas de valor acrescentado e que é sintomático daquilo que as pessoas pensam. Qualquer novo serviço, por mais positivo que seja, se não for suficientemente bem explicado, pode levantar dúvidas e até calúnias.

«É uma vergonha o que se passa com o valor das chamadas telefónicas de ajuda a vítimas de catástrofes. Vejamos então o que se passa com as ditas chamadas: Cada chamada custa a quem a faz 72 centimos (60 centimos + IVA). No entanto para as organizações de ajuda no terreno são canalizados apenas 50 centimos, ou seja mais ou menos 69% do que pagámos. Os restantes 31% - 22 cêntimos - vão uma parte para o IVA 20% e restante não sabemos bem para quem.

Assim, dos 72 centimos que oferecemos, temos que:
- organizações de Solideriedade recebem 50 centimos
- para os cofres do governo através do IVA 20% 12 cêntimos
- não sab…