Avançar para o conteúdo principal

JMJ 2011: Ajuda ao alcance de um click

Organização espanhola abre plataforma online para recolha de donativos

Madrid prepara-se para acolher o próximo encontro mundial de jovens, em Agosto de 2011, uma iniciativa que está a ser preparada pelo Arcebispado da capital espanhola.

Dois terços dos custos das JMJ2011 vão ser suportados pelas inscrições dos participantes, e uma outra parte terá que ser suportada por empresas patrocinadoras e donativos particulares.

Nesse sentido, a organização lançou hoje, dia 1 de Outubro, o site http://www.muchasgracias.info/, onde quem quiser poderá escolher o tipo de ajuda e a quantia que pretende doar.

O tipo de ajuda pode passar por verbas destinadas ao acolhimento de jovens com deficiência, ou ser canalizada para a promoção de actividades culturais, a compra dos objectos litúrgicos necessários às celebrações, para despesas de organização e logística, apoio aos voluntários.

Os donativos podem também ser encaminhados para um Fundo de Solidariedade, criado para ajudar jovens mais desfavorecidos, que não tenham grandes possibilidades económicas.

De acordo com uma nota de imprensa do Departamento de Comunicação das JMJ 2011, “esta nova solução Web é outra forma de ajuda, a somar aos SMS solidários que começaram no passado mês de Agosto, através dos quais cada pessoa pode doar 1,20 euros ao Fundo de Solidariedade aberto para a iniciativa”.

As últimas estimativas apontam para que cerca de 2 milhões de jovens acorra a Madrid, no próximo ano, entre 16 e 21 de Agosto. No caso português, o Departamento Nacional da Pastoral Juvenil já apontou para um número a rondar os 15 mil participantes.

Perante um evento desta magnitude, Fernando Barriocanal traça como objectivo “gastar o menos possível e cobrar apenas o necessário” O director financeiro das JMJ2011 garantiu ainda que “o sistema de contratação dos fornecedores foi realizado com a máxima transparência, através de concurso público”.

Tudo, desde a montagem dos cenários à instalação audiovisual e o tipo de merchandising contratado, foi adjudicado através deste sistema, assegurou Fernando Giménez Barriocanal.

As JMJ2011 foram declaradas, pelo governo espanhol, como um Acontecimento de Excepcional Interesse Público, com a aprovação, em Dezembro de 2009, da Lei dos Pressupostos Gerais do Estado 2010.

Uma figura jurídica que permite aos promotores de eventos de interesse público conseguir a colaboração de pessoas e empresas patrocinadoras.

Já foi entretanto formado um consórcio para avaliar a participação dos patrocinadores, que integra representantes do Governo espanhol e do Arcebispado de Madrid.

FONTE: Ecclesia

Comentários

Donations can really make a big difference to society!

Mensagens populares deste blogue

O que é o Fundraising?

«O conjunto de estratégias e procedimentos que levam as pessoas a darem voluntariamente recursos financeiros»

- O seu objetivo é conseguir doações;
- Mais do que conseguir doações, é conseguir doadores;
- Mais do que conseguir doadores é montar um sistema de conquista de doadores;
- Um sistema que os leve a doar cada vez mais e com maior frequência;
- Por fim, um sistema que os leve a deixarem um legado;
- E que façam tudo isso com alegria identificando-se com a causa da instituição.

Fundação Maria do Carmo Roque Pereira

Caros Amigos
Como muitos já sabem, o Miguel e eu dedicamo-nos de alma e coração já há vários anos à Fundação Maria do Carmo Roque Pereira.

A Fundação é uma IPSS cuja actividade principal é uma creche e um jardim Infância na zona da Graça, em Lisboa, com 50 Crianças entre os 18 meses e os 5 anos. Apoiamos também cerca de 80 familias (mais de 250 pessoas) através da entrega de cabazes do Banco Alimentar.

Funcionamos há alguns anos nos Claustros da Igreja da Graça. Um sitio lindissimo mas com muitas limitações e algumas faltas de condições, que todos os dias vamos tentando melhorar para oferecermos o melhor serviço - a equipa que ali está é extraordinária e às vezes faz verdadeiros milagres.

Como IPSS vocacionada para o apoio a famílias desfavorecidas e com muitas dificuldades, todos os dias apertamos o cinto e temos mesmo a corda ao pescoço.
Precisamos de adquirir equipamentos e materiais, e sobretudo algumas obras são necessárias para que possamos manter os requisitos míni…

Chamadas telefónicas de valor acrescentado

Recebi um e-mail com esta mensagem e embora não concorde com tudo o que se diz, aliás porque entendo que haja um custo de manutenção, deixo aqui este registo sobre as chamadas de valor acrescentado e que é sintomático daquilo que as pessoas pensam. Qualquer novo serviço, por mais positivo que seja, se não for suficientemente bem explicado, pode levantar dúvidas e até calúnias.

«É uma vergonha o que se passa com o valor das chamadas telefónicas de ajuda a vítimas de catástrofes. Vejamos então o que se passa com as ditas chamadas: Cada chamada custa a quem a faz 72 centimos (60 centimos + IVA). No entanto para as organizações de ajuda no terreno são canalizados apenas 50 centimos, ou seja mais ou menos 69% do que pagámos. Os restantes 31% - 22 cêntimos - vão uma parte para o IVA 20% e restante não sabemos bem para quem.

Assim, dos 72 centimos que oferecemos, temos que:
- organizações de Solideriedade recebem 50 centimos
- para os cofres do governo através do IVA 20% 12 cêntimos
- não sab…