Avançar para o conteúdo principal

Feiras de Natal

 

Dezembro é o mês das compras. Se forem solidárias, tanto melhor. Sugerimos várias versões, inlcuindo online

Não é só nos centros comerciais que vivem os presentes de Natal. O comércio tradicional, as pequenas feiras ou mercados locais e também uma página online novinha em folha são boas opções para quem procura sugestões originais, amigas carteira e do ambiente. Marque na agenda:

De 6 a 8: Venda de Natal da Boa Nova , no Estoril
O Centro Paroquial do Estoril organiza, pelo quarto ano consecutivo, uma venda de Natal que tem como objetivo angariar fundos para a área social daquele centro. Haverá venda de rifas, artesanato, bijuteria, doçaria, livros, brinquedos, roupa e outros produtos doados pelos parceiros e voluntários da iniciativa, assim como peças produzidas pelos utentes do centro de dia, crianças do pré-escolar e crianças e jovens do Colégio Sra. Boa Nova.

De 9 a 13: Troca de Roupa Usada, em Carnaxide
Não é propriamente uma feira ou um mercado, mas é uma iniciativa que pode transformar-se em vales de compras para presentes de Natal. A campanha "A roupa que não usa vale muito" é lançada pelo site de compras online Goodfashion.pt e pretende apelar ao combate à pobreza através da doação de roupa que será encaminhada para instituições sociais. Cada quilo entregue no nº 118 da Estrada da Outurela, em Carnaxide, dá direito a um vale de 5 euros.

De 11 a 13: Feira Taguspark Solidário, em Oeiras
No átrio do Núcleo Central do Taguspark, em Porto Salvo (Oeiras), realiza-se uma feira de natal solidária, com a presença de 17 associações de solidariedade social. Durante três dias, as participantes aproveitarão para divulgar as suas causas e angariarem fundos através de vendas de brinquedos, livros, dvd's, artigos de decoração, kits de ervas aromáticas. Entre as instituições presentes, estarão a Raríssimas, a AMI, a Fundação O Século e a Cercica.

De 11 a 15: Mercado de Natal Amigo da Terra, em Almada
É a X Edição de um evento que este ano junta mais de 50 artesãos em 20 oficinas, onde os visitantes podem aprender a fazer as suas próprias ofertas recicláveis ou comprar presentes originais. Haverá workshops didáticos e tasquinhas de comida natalícia, mas também tenHá umdas a vender produtos diversificado. Neste mercado de entrada livre, realizado na Oficina de Cultura e na Praça S. João Batista, em Almada, será possível adotar amigos de quatro patas.

Até 25: www.gambozinos.org
"Ponha um Gambozino no Sapatinho!" é o nome de uma campanha lançada pela Associação Gambozinos, que apoia mais de 200 crianças e jovens em bairros sociais do Pragal, Peniche e Braga. A página da instituição disponibiliza um catálogo de Natal online com os presentes que é possível oferecer, dos cinco aos 95 euros. Esta é uma forma original que a Gambozinos encontrou para se financiar e mostrar o que anda a fazer.

Sempre: Comprasolidaria.pt
É um site original que reúne oferta variada de produtos solidários, produzidos por instituições sociais e cuja venda reverte na totalidade ou em parte para ajudar uma causa. Os produtos expostos virtualmente variam desde merchandising das associações a artigos artesanais produzidos pelos voluntários dessas "casas". Alguns são, ainda doados. Esta é uma forma rápida de fazer compras solidárias sem sair de casa.

Comentários

Joe Garlick disse…
TeamNut Fundraising offering a comprehensive range of fundraising, to Charities non-profit organizations.
Fundraising Website in United States
Fundraising Websites in United States
Fundraising for sport team in United States
Fundraising for charity in United States
Top Fundraising in United States
<a href="http://TeamNut.com/”> Raising fund for youth group in United States </a>

Mensagens populares deste blogue

O que é o Fundraising?

«O conjunto de estratégias e procedimentos que levam as pessoas a darem voluntariamente recursos financeiros»

- O seu objetivo é conseguir doações;
- Mais do que conseguir doações, é conseguir doadores;
- Mais do que conseguir doadores é montar um sistema de conquista de doadores;
- Um sistema que os leve a doar cada vez mais e com maior frequência;
- Por fim, um sistema que os leve a deixarem um legado;
- E que façam tudo isso com alegria identificando-se com a causa da instituição.

Fundação Maria do Carmo Roque Pereira

Caros Amigos
Como muitos já sabem, o Miguel e eu dedicamo-nos de alma e coração já há vários anos à Fundação Maria do Carmo Roque Pereira.

A Fundação é uma IPSS cuja actividade principal é uma creche e um jardim Infância na zona da Graça, em Lisboa, com 50 Crianças entre os 18 meses e os 5 anos. Apoiamos também cerca de 80 familias (mais de 250 pessoas) através da entrega de cabazes do Banco Alimentar.

Funcionamos há alguns anos nos Claustros da Igreja da Graça. Um sitio lindissimo mas com muitas limitações e algumas faltas de condições, que todos os dias vamos tentando melhorar para oferecermos o melhor serviço - a equipa que ali está é extraordinária e às vezes faz verdadeiros milagres.

Como IPSS vocacionada para o apoio a famílias desfavorecidas e com muitas dificuldades, todos os dias apertamos o cinto e temos mesmo a corda ao pescoço.
Precisamos de adquirir equipamentos e materiais, e sobretudo algumas obras são necessárias para que possamos manter os requisitos míni…

Chamadas telefónicas de valor acrescentado

Recebi um e-mail com esta mensagem e embora não concorde com tudo o que se diz, aliás porque entendo que haja um custo de manutenção, deixo aqui este registo sobre as chamadas de valor acrescentado e que é sintomático daquilo que as pessoas pensam. Qualquer novo serviço, por mais positivo que seja, se não for suficientemente bem explicado, pode levantar dúvidas e até calúnias.

«É uma vergonha o que se passa com o valor das chamadas telefónicas de ajuda a vítimas de catástrofes. Vejamos então o que se passa com as ditas chamadas: Cada chamada custa a quem a faz 72 centimos (60 centimos + IVA). No entanto para as organizações de ajuda no terreno são canalizados apenas 50 centimos, ou seja mais ou menos 69% do que pagámos. Os restantes 31% - 22 cêntimos - vão uma parte para o IVA 20% e restante não sabemos bem para quem.

Assim, dos 72 centimos que oferecemos, temos que:
- organizações de Solideriedade recebem 50 centimos
- para os cofres do governo através do IVA 20% 12 cêntimos
- não sab…