Avançar para o conteúdo principal

Fundraising cada vez melhor

Há algum tempo que não dávamos notícias neste blog sobre o que de melhor se faz em Portugal em matéria de solidariedade. Felizmente, apesar de não conseguirmos dar conta oportunamente de todas as novidades, o país não para e todas os dias decorrem acções espantosas, um pouco por todo o lado. Vamos lembrar alguns momentos que me marcaram esta semana.


1) Herois de Portugal

Domingo foi um dia especial e gostei da gala de homenagem que a RTP dedicou aos bombeiros voluntários, com 10 horas de espectáculo numa emissão muito especial. Várias figuras públicas subiram ao palco até pouco depois da meia-noite. Pelos resultados, a operação correu muito bem - com utilização de várias técnicas de fundraising - e se não estou em erro, julgo que foram angariados mais de 500 mil euros. Parabéns pela inciativa, obrigado a quem participou e um grande bem haja aos nossos bravos "soldados da paz."

"Vida por vida" é o lema dos Bombeiros. Mas ser Bombeiro é mais do que aquilo que sabemos... É ter coragem e força de vontade para enfrentar o perigo das chamas, das cheias ou de outras catástrofes. É dar o tudo por tudo sem pedir nada em troca, é nos tempos difíceis estar disposto a não dormir para proteger o próximo, a deixar a sua família para lutar por outra, a não descansar e recuperar forças para lutar por tudo aquilo que os motiva, é não desistir quando todos os outros já desistiram. Eles são os Heróis de Portugal e merecem a nossa homenagem."

2) Como a generosidade se pode tornar "viral"

Uma operadora de telecomunicações tailandesa, True Move, acaba de lançar uma campanha subjacente à ideia de que "a generosidade é a melhor forma de comunicação". E em poucos dias o vídeo ultrapassou os seis milhões de visualizações no YouTube.

O vídeo mostra o poder da solidariedade em torno da história do dono de um restaurante que, com pequenos gestos, ajuda quem necessita. Tudo começa quando dá alimentos e medicamentos a um rapaz, que tentara roubar estes bens para a mãe doente.

O desfecho demonstra como um pequeno gesto pode mudar vidas: o homem está numa cama de hospital, com uma conta impossível de pagar mas que, de repente, fica a zeros... Mas o melhor é ver e deixar-se comover por este vídeo:



3) Minuto solidário

Recentemente, apercebi-me que o Montepio tem um pequeno programa intitulado "Minuto Solidário" que faz lembrar o minuto verde da Quercus. É uma inciativa a saudar pois não só o posicionamento da marca Montepio está correctamente alinhado com a sua missão mutualista mas a marca consegue capitalizar uma boa imagem ao ocupar, pouco a pouco, o território da solidariedade que lhe pertence. Estamos a espera da 1ª Corrida Solidária assim como a continuação de outros projectos com as instituições de solidariedade social e os novos projectos dinamizados em parceria com a Call to Action.



4) Casa da criança

Hoje recebi este e-mail de uma amiga e não posso deixar de o partilhar porque é sintomático daquilo que se passa em todo o país, numa dinâmica de solidariedade de proximidade. Sem grande destaque mas apostando numa comunicaçaõ de "boca em boca" este tipo de acções fazem com que o nosso tecido social aguente bem o imapcto da crise que nos toca a todos. Excelente!

Este Sábado façam o esforço e apareçam no arraial na Casa da Criança de Tires.
Precisamos muito de angariar algumas ajudas para os pequenitos que lá vivem. O Nuno e eu estaremos lá, e até vou vender rifas e bifanas e o que seja necessário . Visitem o site para perceberem que associação é esta e o que faz (e o que é necessário) Pode ser? Obrigada (Fernanda)
http://www.casadacriancatires.net/

5) Leitura solidária

Por fim, não deixem de visitar, de vez em quando, as páginas da Visão Solidária ou Impulso Positivo. Vale bem a pena!


PS. Para os mais interessados na temática do fundraising, sobretudo para os que vivem no norte do país, não se esqueçam de se inscrever no Workshop da Call to Action "Como angariar fundos junto de particulares". Dia 26 de Setembro no Porto.

Comentários

Carla Oliveira disse…
Descobri este seu blog, acho-o interessantissimo. Tanto é que sou voluntária do Grupo G.A.S. Porto.
http://www.youtube.com/watch?v=tzNQTD_7czQ
Félix Lungu disse…
Olá Carla
Obrigado pelo seu comentário. Não conhecia G.A.S. Porto mas conheço GasAfrica. Imagino que não seja o mesmo. seja como for, vou divulgar o vídeo que partilhou comigo e espero receber mais feedback da sua parte.... juntos, por um mundo melhor e cada vez mais solidário. Um beijinho, Félix

Mensagens populares deste blogue

O que é o Fundraising?

«O conjunto de estratégias e procedimentos que levam as pessoas a darem voluntariamente recursos financeiros»

- O seu objetivo é conseguir doações;
- Mais do que conseguir doações, é conseguir doadores;
- Mais do que conseguir doadores é montar um sistema de conquista de doadores;
- Um sistema que os leve a doar cada vez mais e com maior frequência;
- Por fim, um sistema que os leve a deixarem um legado;
- E que façam tudo isso com alegria identificando-se com a causa da instituição.

Fundação Maria do Carmo Roque Pereira

Caros Amigos
Como muitos já sabem, o Miguel e eu dedicamo-nos de alma e coração já há vários anos à Fundação Maria do Carmo Roque Pereira.

A Fundação é uma IPSS cuja actividade principal é uma creche e um jardim Infância na zona da Graça, em Lisboa, com 50 Crianças entre os 18 meses e os 5 anos. Apoiamos também cerca de 80 familias (mais de 250 pessoas) através da entrega de cabazes do Banco Alimentar.

Funcionamos há alguns anos nos Claustros da Igreja da Graça. Um sitio lindissimo mas com muitas limitações e algumas faltas de condições, que todos os dias vamos tentando melhorar para oferecermos o melhor serviço - a equipa que ali está é extraordinária e às vezes faz verdadeiros milagres.

Como IPSS vocacionada para o apoio a famílias desfavorecidas e com muitas dificuldades, todos os dias apertamos o cinto e temos mesmo a corda ao pescoço.
Precisamos de adquirir equipamentos e materiais, e sobretudo algumas obras são necessárias para que possamos manter os requisitos míni…

Chamadas telefónicas de valor acrescentado

Recebi um e-mail com esta mensagem e embora não concorde com tudo o que se diz, aliás porque entendo que haja um custo de manutenção, deixo aqui este registo sobre as chamadas de valor acrescentado e que é sintomático daquilo que as pessoas pensam. Qualquer novo serviço, por mais positivo que seja, se não for suficientemente bem explicado, pode levantar dúvidas e até calúnias.

«É uma vergonha o que se passa com o valor das chamadas telefónicas de ajuda a vítimas de catástrofes. Vejamos então o que se passa com as ditas chamadas: Cada chamada custa a quem a faz 72 centimos (60 centimos + IVA). No entanto para as organizações de ajuda no terreno são canalizados apenas 50 centimos, ou seja mais ou menos 69% do que pagámos. Os restantes 31% - 22 cêntimos - vão uma parte para o IVA 20% e restante não sabemos bem para quem.

Assim, dos 72 centimos que oferecemos, temos que:
- organizações de Solideriedade recebem 50 centimos
- para os cofres do governo através do IVA 20% 12 cêntimos
- não sab…